top of page

Entre Natais

Caetano,

Vou te contar um segredo: quando eu era criança como você, contava o tempo em natais. Era uma época mágica, e eu passava vidas inteiras esperando pelo próximo dezembro, que parecia nunca chegar.

De repente, cá está ele de novo., só que, dessa vez, para mostrar que a vida é mesmo um sopro.

Já são três natais em que a magia voltou a enfeitar os fins de ano. E também os sábados chuvosos de março, a segunda-feira fria e preguiçosa de junho, as noites quentes da primavera. E agora, tudo o que eu queria era que esse tempo entre natais passasse um pouco mais devagar, sem essa pressa diária que as vezes nos faz passar batido pelos melhores momentos, aqueles que duram o tempo e a intensidade de um sorriso sem motivo aparente.

Para você, que papai noel traga dinossauros.

Para mim, que traga muita serenidade, presença e, se não for pedir muito, mais manhãs de calmaria com a família reunida na cama... E o tempo passando bemmmm devagar.




留言


      Flávia Vilhena
foto 2.jpg

Sou a Flávia. Mãe do Caetano e do Augusto. Viajante, ex-blogueira (de viagem), advogada e agora escritora...

Textos em Destaque
Textos Recentes
Procure por tema

E aí, curtiu? Me conta o que você achou.

  • Instagram
  • Facebook
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter
  • Spotify ícone social
Siga
  • Instagram
  • Facebook
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter
  • Spotify ícone social
bottom of page